LUXEMBURGO E O BRASIL

2021 é um ano muito especial para os laços entre Luxemburgo e o Brasil. Há 110 anos, em 1911, que os laços diplomáticos entre Luxemburgo e o Brasil foram oficialmente estabelecidos. Hoje os dois países têm uma profunda amizade com base em uma cooperação diversificada, abrangendo temas como comércio e investimentos, igualdade de gênero, meio ambiente e direitos humanos. A cooperação é voltada para as tecnologias do futuro como a fintech, pesquisa e espacial. O Brasil é o primeiro parceiro comercial de Luxemburgo na América do Sul e Luxemburgo é o quarto maior investidor no Brasil.

No século XVII, os primeiros luxemburgueses, missionários estavam ativos no Brasil. Entre eles, João Felipe Bettendorff, superior jesuíta do Maranhão. Ele fundou várias estações missionárias, uma das quais foi criada em 1661 no rio Tapajós e se tornou a cidade de Santarém no Pará. Em 1698, escreveu a obra de referência para a história da Amazônia e do Nordeste “Crônica da Missão dos Padres da Companhia de Jesus no Estado do Maranhão”.

A partir do final da década de 1820 os primeiros imigrantes luxemburgueses instalaram-se nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Hoje, dezenas de milhares de brasileiros, descendentes de imigrantes de Luxemburgo vivem em todo o país e valorizam suas raízes. No estado do Espírito Santo fundaram a pequena vila de Luxemburgo.

Mais recentemente, desde a década de 1920, os engenheiros e técnicos de Luxemburgo trouxeram seus conhecimentos para estabelecer a primeira fábrica moderna de aço do Brasil. Esse mesmo aço também foi usado nos edifícios icônicos de Brasília. O elo forte com Luxemburgo existe ainda hoje em Belo Horizonte, em Minas Gerais e em todo o Brasil. O documentário interativo "A Colônia luxemburguesa", da diretora e historiadora luxo-brasileira Dominique Santana, revela um século de histórias compartilhadas entre a Bacia Mineira de Luxemburgo e o Estado de Minas Gerais no Brasil.

Hoje Luxemburgo tem oito Consulados Honorários (Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Palhoça, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo) que ajudam a reforçar os laços entre Luxemburgo e Brasil. Veja aqui para mais informações.